Neemias

 

Grandes desafios para a Igreja

Os leigos, de uma forma geral, sempre se incomodaram em ficar parados. Nunca se satisfizeram em apenas ter reuniões ou mesmo em apenas reunir-se uma vez por ano em congresso.

Tudo isso é muito bom, necessário… Mas não é nossa finalidade última. Por essa inquietação, surgiram projetos como o “Projeto Neemias”. Que descrevemos brevemente:

Os leigos são desafiados a ofertarem (normalmente duas vezes por ano) o valor mínimo de um saco de cimento. Mas nunca se limitou a oferta, nem pra mais, nem pra menos. Aliás, as servas e jovens que querem, sempre foram convidados a ofertar também.

Estes recursos são juntados e enviados para congregações que apresentam pedido para construir um tempo. A contrapartida da congregação é a mão de obra. Mas mesmo quando a congregação não dispõe de mão de obra, congregações e paróquias próximas já puderam “pôr a mão na massa” literalmente. Por causa deste esforço conjunto, como exemplo,  praticamente acabou a necessidade de templos no distrito Espírito Santo Norte (Diesnorte). Congregações que sonhavam com seu templo há mais de 20 ou 30 anos, finalmente, com o apoio do distrito, conseguiram realizar o sonho. Outros sonhos têm sido realizado.

Há que se destacar também que no congresso nacional de 2015, os leigos de todo o Brasil foram convidados a ofertar para a missão na África e o valor, então arrecadado, foi destinado à compra de casas que foram transformadas num Seminário para a formação local de pastores. O empenho dos leigos do Diesnorte foi tão importante, que só este distrito contribuiu com mais de 50% do valor. O restante foi ofertado por todos os outros distritos da IELB. É impressionante o trabalho que os Leigos podem fazer quando estão motivados. E o Projeto Neemias dá esta oportunidade: o braço forte, faz uma igreja forte. Construindo templos, mas sem esquecer, jamais, do estudo da Palavra.

Este projeto tem o apoio da diretoria nacional e que seja incentivo para toda a Liga de Leigos Luterana do Brasil.