RELATÓRIO

ENCONTRO NACIONAL DE LÍDERES DA LLLB

DATA: 24 e 25/09/2016

LOCAL: CENTRO DE EVENTOS MARIÁPOLIS ARNOLD – SÃO LEOPOLDO/RS

Sábado – Dia 24 de setembro de 2016.

Às 14h15 do dia 24/09/2016 deu-se início ao ENCONTRO NACIONAL DE LÍDERES DA LLLB (ENLL) o presidente Samuel Antonio Neugebauer chamou bem-vindos aos presentes e detalhou o objetivo do encontro. Em nome do Deus Triúno declarou oficialmente aberto o evento.

Devocional de abertura – Iniciamos o momento devocional cantando o Hino dos Leigos e logo após, o vice-Presidente Darlan Buss Gowert, leu a devoção intitulada “Sou um leigo comprometido”? Para finalizar este momento cantamos o hino: “Livres para servir” e o Pastor Adelar Munieweg dirigiu-nos em oração.

O presidente agradeceu ao devocionista e passou a palavra ao Pastor Conselheiro Adelar Munieweg, que nos trouxe uma reflexão sob título “Liderança é servir” baseado nos textos bíblicos de Mt 20.20-28 e Jo 13.1-20. Destacando que o líder que serve, deve se basear no exemplo de Cristo e o grande propósito da igreja e dos cristãos é anunciar o evangelho. O grande desafio é saber delegar tarefas, permitir-se ser avaliado, o pastor ainda nos lembra que a  grande missão de todo líder é servir ao Senhor da Igreja e que tudo que se faz, deve ser para honra e gloria do Senhor. Em seguida cantamos o hino: “Tudo, tudo o que eu tenho Senhor”.

Em seguida, o Pastor conselheiro Clóvis Blank , trouxe outra reflexão com intitulada “ Um olhar para a liderança de Neemias”, baseado no livro bíblico Neemias. Onde destacou as características do leigo Neemias com um homem de oração, que teve a capacidade de analisar a situação em que se encontrava e a tarefa que ele precisava cumprir. Neemias, era um homem de visão, de coragem e responsável, um homem que conduziu o povo de volta a Deus. Chamou a atenção a parceria realizada com o Sacerdote Esdras, Leigo e Sacerdote trabalhando lado a lado. Líder capacitado por Deus que usou seus dons para servir a Deus e ao povo Deus. Finalizou a reflexão com a seguinte colocação: Qual o muro que a LLLB tem que reconstruir? Somos líderes, assim como Neemias coloquemo-nos ao dispor do Serviço do Senhor. Encerrou com uma oração.

O presidente Samuel agradeceu aos pastores pelas reflexões, ressaltou que seguiremos conforme a programação que consta no verso dos crachá e pediu desculpas ao Pastor Adalmir Wacholz, pelo fato de ter se esquecido de mencioná-lo quando da saudação inicial. Fez uma breve apresentação da atual situação da LLLB.

Saudação do Presidente do Conselho Diretor, Dr. Frederico Reis: O Presidente enviou mensagem na qual fez uma saudação e agradeceu a diretoria pela iniciativa do encontro, fala que gosta do trabalho dos leigos e deseja as mais ricas bênçãos de Deus sobre o encontro.

Saudação do Pastor Iderval Strelow, vice- presidente do CD: O pastor destacou que serviu a igreja desde logo após a sua confirmação e estimulou os leigos presentes em sempre servir e se colocar à disposição para liderar o trabalho  na igreja. Esclareceu como funciona o Conselho Diretor, lembrou aos presentes que este ano o CD acontece no mês de novembro, no  estado do Paraná e pediu que  se coloque nas orações este evento da igreja  bem como os líderes que representam este órgão.

Palavra do Pastor Leonério Faller, Diretor do Seminário Concórdia: O Diretor fez sua saudação e em especial agradeceu pela parceria Seminário e LLLB, também agradeceu a oportunidade de poder fazer uso da palavra neste encontro e de uma forma especial agradeceu por ter sido reeleito ao cargo de diretor e destaca que é importante ficar mais quatro anos por causa da continuidade dos projetos. Em seguida apresentou slides como o tema: “o seminário é para nós e para outros” falou sobre os Cursos oferecidos os quais são: Diaconia em Educação Cristã, Diaconia em Música e o Curso de Teologia. Em 2016 são 134 alunos no seminário, para 2017 tem se como perspectiva em torno 154 alunos. Agradeceu aos leigos e a LLLB pelo auxílio na reforma do internato que está pronto. Reforma que custou mais de R$ 660.000,00 onde a IELB se comprometeu com a metade deste valor e a LLLB com a outra metade. Lembrou que a igreja precisa planejar e estar preparada para colocar os pastores que estão se formando no campo, pois o número de formandos está aumentando. Pediu à LLLB para continuar ofertando as quatro bolsas anualmente, a divulgar os cursos oferecidos pelo Seminário e fez uma sugestão de proposta para que a LLLB ajude o seminário a ter um capelão.

O presidente agradeceu ao Diretor pelas palavras e abriu espaço para perguntas e colocações. Questionou-se sobre a possibilidade em se fazer um levantamento sobre quantos alunos realmente se formam do percentual que ingressam no curso. O Vice- presidente do CD Pastor Iderval Strellow, ressaltou a importância em se ter um capelão e se isso de fato vier a acontecer que os alunos também possam participar da escolha do mesmo. O leigo Eugen Weisduchat, mostrou-se preocupado com relação a idade dos atuais professores do seminário pois, em grande parte destes, estão em idade de se aposentar e, questionou como se fará esta renovação. O Diretor coloca que já está se realizando estudos e levantamento de nomes para uma necessidade de substituição. O leigo Ives Möller trouxe a reflexão sobre a possibilidade de se ter pólos a distância para se formar pastores valendo se da tecnologia existente. Foi lhe informado que já existe  o curso de Teologia a distância da ULBRA. O leigo Ricardo Hannes indagou de como o Seminário Concórdia pode auxiliar os pastores de campo nas dificuldades que apresentam durante o seu trabalho, o Diretor lembrou aos presentes que o Seminário oferece os cursos de aperfeiçoamento.

Palavra do  Pastor Presidente Egon Kopereck:  O Presidente Egon falou da alegria em poder estar presente neste encontro, ressaltando que estamos aqui por que Deus nos chamou para servir. Destacou o texto bíblico de Rm 16 e falou sobre os nomes registrados neste capitulo, reforçando que estes nomes foram escritos porque Deus queria que eles fossem gravados e registrados por causa de terem servido a igreja. Citou Neemias como o grande leigo que serviu ao Senhor, e do Novo Testamento destacou os auxiliares do apóstolo Paulo.  Falou da Reforma Luterana citando Felipe Melanchton, o leigo que se destacou na Reforma. Também lembrou August Gowert, o leigo que inquiriu o Pastor Broders para saber da sua formação teológica. Outro destaque foi sobre início do trabalho dos leigos nos EUA,  os quais se juntaram e levantaram fundos necessários para saldar uma dívida que igreja de lá tinha e que precisava ser saldada. Fez estes destaques para mostrar a grande importância dos leigos para Igreja e de que existem muitos e grandes desafios mas que estes podem e são superados com fé e oração. Temos grandes desafios em conjunto leigos e pastores, mas sabendo que no Senhor o trabalho não será em vão.

Houve uma pausa para o Cofee Break.

Retornando a plenária por volta das 17h30, iniciou-se os trabalhos entoando o hino “Como é bonito Senhor” e passou-se a palavra de novo ao pastor Presidente Egon para dar continuidade na sua fala, quando então ele fez uma explanação sobre a IELB. Em nome da Diretoria Nacional agradeceu as pessoas que oram pelos seus pastores pela Diretoria e pelo trabalho da igreja.

Palavras dos representantes que se inscreveram para apresentarem os seus trabalhos com os leigos:

  • Carlos Schuk, Presidente do Distrito Vale dos Sinos destacou o Encontro de Líderes Leigos do DIVASI de 2016 que teve a presença de 30 inscritos. Relatou que possuem um agenda Distrital que é entregue a todos os departamentos de leigos do distrito, onde consta todo o trabalho distrital, compartilhou o que realizam e apresentou as programações em geral .
  • Ives Möller, do Distrito Paraná- Leste, sugeriu de elaborar um programa no qual se pode expor as experiência de outras ligas. Apresentou os projetos dos Leigos daquele distrito, o primeiro versa sobre a construção e manutenção de uma casa para acolhimento a famílias de enfermos, com recursos privados. Sua manutenção se dará através de recursos públicos, privados e da igreja. Destacou o Congresso Distrital do Distrito Paraná Leste que será no dia 24 e 25/10/2016. O segundo projeto: trata da programação e festividades dos 500 anos da Reforma luterana.  Relatou que realizaram visitas as autoridades estaduais e municipais para divulgar este evento, e através deste trabalho conseguiram que fosse apresentado um projeto que é o de colocar o dia da reforma protestante no calendário estadual oficial. No dia 23/10/2017 acontecerá um evento preparatório pelos 500 anos da reforma, e dos dias 28 a 31/10/2017 na Expo Renault acontecerá o grande evento da Reforma Luterana com expectativa de reunir em torno de 30.000 pessoas.
  • Rui Ruckert, de Cruz Alta/RS, vice- Presidente dos leigos daquele distrito, falou do congresso e da motivação para mobilizar os leigos, que foi feito através de visitas a todas as congregações do distrito com o objetivo de convidar os leigos a participar nos congressos e com isso conseguiram trazer 650 pessoas no último congresso.

Encerramos esta parte com uma oração dirigida pelo secretário Ronei Klug e em conjunto cantamos a oração da mesa em preparação ao jantar.

Na volta o devocional da noite feito pelo vice- secretário,  Luiz Carlos Philipsen, tendo como base o texto bíblico de Tt 2:1-10 e com o título “Orientações à liderança”, ao encerrar foi cantado o hino ”Um vaso novo”.

Após, deu-se continuidade nas apresentações dos trabalhos dos leigos:

  • Juliano Belz, representante da LLLB Regional Sudeste, fez sua apresentação e compartilhou como começou seu trabalho nos leigos. A seguir relatou como iniciou e funciona a LLLB Regional Sudeste, destacou  o VI Congresso Regional  que se realizou em Minas Gerais  e de como  este congresso foi abençoado. Apresentou a diretoria gestão 2016/2018 que está organizada em forma de vice presidências de ação. Apresentou o projeto de Centro Formação Missionária Luis Ullig –  ES/MG, que visa a formação de líderes para o trabalho na igreja principalmente local. Indagou se ao Juliano sobre como vai funcionar a LLL Regional em relação à LLLB Nacional, e de como será sua estruturação. O leigo Moacir Güenter falou sobre a organização da LLLB em relação à LSLB e levantou a possibilidade em se adotar a mesma estrutura administrativa das servas na LLLB.
  • Ricardo Hannes, DINOCA, expôs duas ideias: Realizar visitas nas congregações para motivar a participação dos leigos nas ligas e, detacou que destas visitas surgiu o encontro interparoquial de leigos. E, sempre em se ter cuidado com os dias e horários em que se marcam reuniões, para que isso não seja motivo para limitar a presença nas mesmas.
  • Jair Canci, Distrito PARQUE DO IGUAÇU, falou que os leigos se reúnem em paróquias e também dentro do distrito, com estudos e temas voltadas para leigos.
  • Enilton Thurow, DISTRITO SUL II falou sobre o congresso e sobre o projeto de auxílio aos estudantes de teologia, relatou sobre a ida ao Congresso Nacional do Paraguai e de como foram bem recebidos no mesmo.

Palavra do presidente da LLLB Samuel Antonio Neugebauer, destacou que este encontro é para discutir a LLLB reforçando a ideia de que se tem como principal foco neste encontro de que os leigos assumam seu papel no trabalho na igreja, e que consigamos criar uma rede de comunicação eficaz entre as ligas e a LLLB. Em sua fala destacou o projeto permanente da LLLB que é o da Educação Teológica, onde a ideia é de nenhum vocacionado fora do seminário e incentivou que os leigos observem jovens predispostos nas congregações à vocação pastoral e juntem esforços, bem como os meios necessários para que este jovem possa se prepara e estudar para ser pastor. Salientou também a necessidade de um provedor e que este poderia ser um leigo, trouxe a sugestão de um capelão para os estudantes de teologia e de que a LLLB é parceira neste projeto, ajudando na escolha do mesmo, bem como a ajuda financeira para sua manutenção. O presidente ainda mostrou a preocupação com o curriculum da instituição de ensino e acha necessário uma discussão para se verificar se este ainda está adequado para a atualidade, reforçou a necessidade de uma educação cristã continuada para o crescimento individual do leigo, para que possa realizar seu trabalho nas congregações. Também destacou que as ligas precisam ter seus projetos tanto a nível distrital bem como congregacional, citou o projeto Instituto Bíblico Martinho Lutero (IBML) do distrito SUL I o projeto NEEMIAS  do DIESNORTE, e pediu uma especial atenção as ligas congregacionais para que invistam em seus projetos nas crianças, Escolas Bíblicas, pois é nesta fase que se prepara toda a liderança futura da igreja. Explanou sobre como formar uma liga, as formas de ofertar e apresentou um breve relatório da situação do caixa da LLLB e dos compromissos financeiros atualmente. Hoje pelo levantamento feito temos 147 ligas congregacionais filiadas a LLLB e a grande pergunta é: qual é o seu projeto nas congregações? E o que precisamos? Comunhão, comunicação, continuidade e compromisso. Juntos somos mais, um só corpo e um só espírito Ef 4:3-6.

Passou a palavra ao plenário para colocações. O leigo Arno fez uso da palavra no qual fez um registro e agradeceu pela pronta resposta da LLLB na divulgação do falecimento do primeiro presidente da Liga Sr Ari Willy Rieth ocorrido no dia 20/07/2016. Também pediu um relatório sobre as cotas dos projetos da Liga. O leigo Luis Alberto de Canoas indagou sobre quem está com a administração destas cotas?

Domingo – Dia 25 de setembro de 2016:

Abertura dos trabalhos do dia com o Tesoureiro Gilson Zschornack, que dirigiu o devocional intitulado “Homem de fé”, baseado em Estevão, leigo que professou sua fé até o último instante de vida.

Na sequência o Presidente Samuel, convidou o Pastor Benjamim Jandt, a fazer seu pronunciamento.

Pastor Benjamim iniciou sua fala citando Dt 32.7 “Lembra-te”, para lembrar-nos da história da LLLB, fundada em 1971 e citando At. 22 quando Paulo indaga “Que farei Senhor”, como forma de lembrar que os Cristão tem projetos. Fez lembrar “Donde venho – onde estou – para aonde vou” quando o então presidente da IELB em 71 dizia “Eu sei o que os leigos podem fazer e efetivamente fazem”. Lembrou-nos de que nada na vida convence mais do que quando “se sabe de uma coisa, é testemunha e que isso é feito para Deus”. O primeiro projeto da Liga Nacional foi a independência financeira da nossa Igreja, que até então dependia dos EUA para sua manutenção. Isso não foi bem visto por alguns líderes no início, mas, hoje está aí uma Igreja que anda por si só. Quando projetos não “decolam” é porque falta benção, falta oração. Projetos precisam ter “sangue, suor e lágrimas”. Em 2001 iniciou-se as tratativas de um projeto permanente, a formação de pastores. Já no Congresso de Gravatal, neste ano, o Seminário se fez presente com professores e alunos e no Congresso seguinte em São Lourenço do Sul era efetivado o Projeto de Formação de Pastores como projeto permanente da 3LB. Moção aprovada, “Jesus fez a Salvação, mas ela precisa ser anunciada. A salvação precisa ser pregada, pregada, pregada…”. Por que deu certo?  Por que houve compromisso. “Quando o coração de um leigo chega às lagrimas, aí está Jesus”. Estudantes casados, uma benção para a igreja. O homem faz a cabeça da mulher mas, a mulher faz o coração do homem. Sugeriu que as ligas estudem a história de Lutero e seu contexto como forma de preparação às festividades dos 500 anos. Lembrou que os projetos devem ser construídos junto com a futura diretoria e aprovados nos congressos para que haja comprometimento da nova diretoria. E como sugestão deixou as seguintes possibilidades a serem estudadas: A construção da Capela do Seminário; O programa de recrutamento; Curso de Diaconia para leigos, e a presença de todo o Seminário nos próximos congressos. Foi muito aplaudido.

No retorno do coffee break o Vice Presidente de Administração fez um relato sobre a situação financeira da IELB e que precisamos de ensino sobre a mordomia da oferta. Pastor Adalmir Wacholz pede para focar na construção e por em prática a obra. Carlos Bobsin citou o livro A treliça e a Videira e sugere que “se enfoque mais na videira que na treliça”, e para isso, trabalhar com as crianças deve ser o enfoque. Pastor Leonério Faller falou da provedoria do seminário e da possibilidade do capelão do seminário ser efetivado. Líderes sugeriram mais estudo e análise do perfil do provedor. O presidente Samuel tomou a palavra e expos sobre algumas questões como levar Cristo para Todos. Pastor Clovis faz devocional de encerramento citando 1Co 12.12, lembrando que somo todos membros do Corpo de Cristo e da necessidade de colocar nossos dons a serviço da Igreja. Pastor Adelar em seu devocional de encerramento lembra a história do menino bombeiro quando o Comandante da corporação diz “nós podemos fazer mais”. E, com os hinos Castelo Forte e o hino dos Leigos encerra-se este Encontro Nacional de Líderes da LLLB.

Ronei Klug – Secretário

Luiz Carlos Philipsen – Vice Secretário

 005