Aniversários da LSLB e LLLB – 16/01/2017

No dia de ontem, 16/01/2017, lembramos com carinho e gratidão os 60 anos da LSLB e os 46 anos da LLLB. Por isso podemos dizer como o salmista “Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isto estamos alegres.” Salmos 126.3 

“Queridas irmãs e irmãos no Senhor e Salvador Jesus!

       Hoje é um dia especial:  60 anos da LSLB e 46 anos da LLLB.   Ao longo desses anos de trabalho, servindo ao Senhor com alegria, convocando leigos para trabalhar, sob o lema da cruz, quantas bênçãos, quantos frutos, quantos motivos de louvor e gratidão.   Em nome da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, nossa gratidão e o incentivo, para continuarem firmes e fortes, e que o bondoso Deus, em sua infinita bondade e graça, continue derramando muitas e ricas bênçãos sobre esse trabalho, sempre tudo, para a sua honra e glória.  Deus abençoe vossas atividades, fortaleça vossa união, permita sucesso em vossos planejamentos, faça crescer o amor puro e verdadeiro entre todos, para que em tudo, brilhe a vossa luz e reflitam os frutos de uma grande e bela família na fé, louvando e engrandecendo o nome daquele que nos amou primeiro e mais do que tudo, a saber, o Salvador Jesus.

   Um forte abraço!  Felicitações!

   Em nome da Igreja Evangélica Luterana do Brasil,

   pastor Egon Kopereck – Presidente”

A LLLB agradece as manifestações recebidas.

Compartilhamos também a mensagem enviada a LSLB, por parte da LLLB.

Que o Senhor, em sua infinita bondade e misericórdia, conceda as mais ricas bênçãos a todas as Servas e Leigos de nossa IELB, Juntos somos mais e continuemos Servindo ao Senhor com alegria!!!

VEJA MAIS:

http://www.ielb.org.br/noticias/aniversario+das+ligas+da+ielb+cod+4192–

Em 16 de Janeiro comemoramos o 46º AVIVERSÁRIO DA LLLB

“No dia seguinte, João viu Jesus vindo na direção dele e disse: – Aí está o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! Jo 1.29

Que o nosso Deus Triúno: Pai, Filho e Espírito Santo nos abençoe no meditar da sua Palavra. Amém.

Estamos no início do ano de 2017. Várias coisas temos para comemorar e agradecer a Deus: uma delas, e será uma de nossas grandes comemorações são os 500 anos da Reforma, um marco para a Igreja Luterana e também para toda Igreja Cristã. Antes desta grande comemoração, também temos o aniversário da Liga de Leigos Luteranos do Brasil, que completa no dia 16 de janeiro, 46 anos de fundação.

Hoje podemos comemorar tudo isto, pois através da Igreja, de homens e mulheres consagradas a Deus, nós também podemos louvar o “Cordeiro de Deus”, Jesus Cristo. Você já pensou algum dia, em como a mensagem da salvação chegou até você?

Na infância brinquei muito de “telefone sem fio”. Você conhece? Nesta brincadeira deveria se falar no ouvido da pessoa ao lado uma frase que só ela poderia ouvir e esta mensagem deveria ser passada adiante. Se alguém não entendesse, a mensagem não poderia ser repetida. Ao final, o último da fila deveria dizer o que ele tinha entendido. A frase que a última pessoa falava, quase sempre era bem diferente da mensagem original.

Pois é… ao longo da história da igreja cristã muitas vezes parece que aconteceu um “telefone sem fio”, onde a mensagem que estava sendo anunciada era bem distante da mensagem original e por isso deveria se voltar ao primeiro locutor para que a mensagem fosse correta. O problema, é que muitas vezes não se tinha esta oportunidade. Não se tinha acesso a Palavra de Deus.

O texto do Evangelho de hoje fala de João Batista, que foi confundido como sendo o Messias. Ele tratou logo de dizer que não era o Messias, mas estava só preparando o caminho para o Salvador.

E quando ele teve a oportunidade de ver Jesus, tratou logo de dizer que este era o Messias, “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1.29). Interessante que logo depois, no dia seguinte teve outra oportunidade, diante de dois dos seguidores dele, e ele novamente afirmou: “Aí está o Cordeiro de Deus” (Jo 1.36).

Estes que tiveram a oportunidade de ouvir João, puderam entender clara e diretamente a mensagem da salvação. Tiveram a oportunidade de crer que Jesus é o “Cordeiro de Deus”, aquele que seria morto para a nossa salvação. E ainda foram compartilhar com outros a mensagem de que haviam encontrado o Messias. Foi o que aconteceu com André, que era um dos seguidores de João Batista. Quando ele teve a oportunidade de conhecer a Jesus, vejam o que ele fez! Ouçamos o que nos relata o evangelista João: “A primeira coisa que André fez foi procurar o seu irmão Simão e dizer a ele: – Achamos o Messias. (“Messias quer dizer Cristo”). Então André levou o seu irmão a Jesus (Jo 1.41-42a). Assim a mensagem foi sendo levada adiante.

A partir do testemunho fiel de João e de tantas outras pessoas, hoje muitos conhecem o Salvador Jesus.

Você já pensou em como esta mensagem chegou até você? Talvez lembre que seu pai, sua mãe, lhe ensinaram isto, ou pode ser que seu esposo (a) tenha lhe levado até Jesus ou ainda, um amigo seu. Mas e este que te levou até Jesus, como será que ele o conheceu? Várias pessoas foram envolvidas até que a mensagem chegasse até nós.

Durante o período em que Martinho Lutero viveu a mensagem da Palavra de Deus também era levado adiante, mas havia muito “telefone sem fio”. E por isso muitas pessoas achavam que por suas próprias obras seriam salvas. Mas Lutero e outros que o sucederam e que vieram também depois, mostraram a necessidade de se voltar a Jesus Cristo, através da Palavra de Deus.

A tarefa da Igreja Cristã é continuar fazendo o que João Batista e André fizeram: levar pessoas até Jesus, apontar para o “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.

Se hoje podemos lembrar da Reforma Luterana e do aniversário da LLLB é porque filhos de Deus, comprometidos com a sua Palavra, confiaram na ação poderosa de Deus e deixaram o seu testemunho de fé.

Querido amigo e amiga. A Liga de Leigos Luteranos do Brasil quer continuar sendo uma bênção na vida da Igreja. Os leigos luteranos precisam e irão continuar tendo sempre a certeza que somos salvos unicamente por Jesus e que ele sempre está ao nosso lado.

Convictos disto não queremos que a mensagem tão preciosa e valiosa, que é a mensagem da salvação, seja distorcida ou acabe nem chegando às pessoas, como num “telefone sem fio”. Queremos que esta mensagem possa chegar ao coração de mais pessoas e possam também ter a paz que temos no Salvador Jesus.

Para que isso aconteça queremos ser comprometidos com Jesus, com a Igreja e com Liga de Leigos. Queremos fazer como João Batista, André, Lutero e nossos irmãos na fé que fundaram a liga de leigos. Vamos levar esta mensagem para aqueles que estão próximos de nós.

A seara é grande. Muitos ainda precisam conhecer o Salvador Jesus. Nós já conhecemos e queremos que outros também tenham esta mesma alegria. Agradecidos pela salvação vamos viver sempre uma vida de gratidão a Deus, para que outros também conheçam o Salvador Jesus.

Podemos estar certos de que a Palavra de Deus não volta vazia e com certeza todo o trabalho em seu Reino sempre irá trazer proveito. Parabéns a todos os leigos do Brasil por mais este aniversário. Que a nossa comemoração seja compartilhando a mensagem da salvação que temos no “Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” para que um dia façamos a grande comemoração, todos juntos ao lado de Jesus no céu. Amém.

Pr. Clóvis Renato Leitzke Blank – Conselheiro LLLB

OITAVA CARTA DA PRESIDÊNCIA PARA OS LEIGOS LUTERANOS

Queridos irmãos,

Nesta oitava carta, ou seja, em contagem regressiva, faltam sete para nosso Congresso Nacional, queria conversar com todos sobre : Natal – Ano Novo – 2017. O Ano Eclesiástico já começou, o Ano Civil não. Entre estes temos o Natal. Para mim é aqui de começa o Ano, pois começa, se materializa nossa esperança na promessa de Deus de mandar um Salvador, o nascimento de Jesus, lá em Belém, naquela simples e humilde manjedoura. Começa aqui nosso Ano Novo, identificado com aquela criança, nossa esperança. Daí em diante, no nosso ano, acontecem muitas coisas em nosso Brasil do hemisfério Sul – verão, maior parte das férias, … até que chega a Semana Santa – Domingo da Páscoa. E aí parece que se consuma nosso ano (alguns chegam a dizer que o ano começa depois do feriadão da Páscoa) na tumba vazia do terceiro dia, após toda sorte de sofrimentos e humilhações e morte na cruz, pelos nossos pecados. Este período de Natal até a Páscoa, tem todo o resumo de nossa história de esperança. É um resumido ano, pois até o próximo Natal, passamos por Pentecostes. Neste pequeno ano cruzamos toda a história cristã. O Nascimento, a alegria, a esperança até Seu Ministério e depois Paixão e Morte, cumprindo em nosso lugar o pagamento de nossas dívidas.

Este pequeno e curto Ano nos apresenta a Justificação da humanidade, gratuita, para aqueles que creem. Jesus nascendo, pregando e no final morrendo por todos nós. Presente maior não há, Amor maior não há, e este pequeno e curto Ano nos mostra. Salvos pelo sofrimento de Cristo, pelo Amor de Deus. Justificados por Jesus, Salvos por Jesus, pelo seu sofrimento e morte, de graça e por fé. É, talvez, o outro espaço do ano eclesiástico ou mesmo civil, mais longo, com organizações específicas das liturgias da Igreja, e para nós brasileiros, um período de trabalho, estudo, aulas, poucas folgas e necessidade de muitas atividades. Quem sabe neste período, pelo Amor que Deus teve e demonstrou por nós, agora nós possamos fazer aquela obra para a qual Ele nos preparou e quer de nós, não como contrapartida, mas como resposta em ação ao Amor Dele?!  Justificação e Santificação. Todos os dias, todo o ano, seja civil ou eclesiástico, somos Justificados e precisamos por isto viver de forma Santificada. Simbolismos e reflexões, tudo deve nos levar a humildemente pedir perdão pelos nossos pecados e a falta de vida Santificada, e pedir ajuda Dele para conseguirmos aquilo que Ele espera de cada um de seus filhos.

E nós LEIGOS, também estamos inseridos nestas situações todas, como humanos, como filhos de Deus, como pecadores. Quem sabe neste pequeno Ano, que vai do Natal até a Páscoa, podemos concentrarmo-nos para avaliar nosso comprometimento com a missão dada a nós por Deus e a forma que podemos cumpri-la, o CRISTO PARA TODOS. Da alegria do Natal, do ministério de Jesus até Sua morte de cruz por todos nós, precisamos usar este Evangelho para reflexões sobre nossa resposta a este Amor. Deus não precisa de nós, mas nós somos totalmente dependentes Dele, e a forma de demonstrar e agradecer a Ele é trabalhar pelo Seu Reino, com uma vida Santificada.

Comunhão, Compromisso, Comprometimento. Vida de cristão é dinâmica e de respostas, vamos nos concentrar nestas necessidades. Nós, Leigos da IELB, e em especial aqueles que se organizaram numa Liga Congregacional, vamos refletir nossa participação na missão da Igreja,  CRISTO PARA TODOS, e para isto precisamos comprometimento, e isto, sem dúvida, Deus já  nos ensinou, JUNTOS SOMOS MAIS, e certamente isto é agradável a Deus.

Aproveitemos este período do ano que nos convida a uma reflexão, de forma isolada bem como em grupo, na sua família, na sua liga, na sua congregação. Vamos agir pois ação caracteriza pessoas de comprometimento e esta certamente é a característica dos LEIGOS DA IELB.

Vamos abraçar o serviço do Reino, não porque Ele precisa de nós, mas porque nós precisamos Dele. Não para termos créditos por nossos méritos, mas para agradecer o que Ele fez primeiro por nós.

Desejamos, nós Diretoria Nacional da LLLB, a todos um Feliz Natal de Jesus e que 2017, ano tão significativo para nós Luteranos, sejamos sempre servos fiéis e ativos na Sua causa.

Pela Diretoria Nacional, Samuel Neugebauer – Presidente

presidência@lllb.org.br

samuel.lllb@yahoo.com.br

GRUPO DE ALIMENTAÇÃO

grupo-de-alimentacao

O grupo responsável pela alimentação tem se reunido frequentemente e trabalhado muito para conseguir refeições de excelente qualidade e por um valor acessível. São responsáveis por este grupo, junto a Diretoria Nacional da LLLB, o Secretário Ronei Klug e esposa Cléia Klug, o vice-Secretário Luiz Carlos Philipsen e esposa Dalgisa Neuenfeld Philipsen, os casais Vitor e Daniela Paniz, Aldo e Vera de Oliveira.