SEGUNDA CARTA AOS LEIGOS DA IELB

Olá irmãos,

Na nossa contagem regressiva, está sendo a segunda carta, significa que teremos mais uma somente, a primeira e também será a última. Queremos aqui ainda convidar e estimular todos os leigos da IELB a vir a Pelotas no nosso Congresso Nacional em agosto, estamos preparando um grande Congresso e esperamos todos para este encontro. Qualquer dúvida e necessidade entre em contato conosco por alguns dos meios que temos a disposição para isto (e-mail, telefone, whatsapp, etc), estamos aqui para auxiliar.

Mas queremos usar esta segunda ou penúltima carta para começarmos nossa despedida desta gestão, pois como sempre dissemos, “estamos” diretoria, e esta condição é temporária, pois a partir do próximo Congresso outro grupo de irmãos leigos estarão começando uma nova gestão. Queremos lembrar o XIX Congresso Nacional em Guarapari/ES, onde fomos eleitos e empossados, Congresso este que foi conduzido pelos irmãos capixabas em meio a comoção pela perda do Presidente Luiz que Deus chamou a poucas semanas do evento, sendo dirigido pelos outros irmãos da diretoria. Grande encontro, com um saldo positivo e com lembranças positivas. A partir daí tivemos muitos encontros em Congressos Distritais, Conselho Diretor, reunião dos Departamentos do CD, visitas a Congregações e Ligas, além de reunião com a Diretoria Nacional da IELB e do Seminário, participação no Congresso da Servas e dos Jovens.

Toda esta inter relação com tantos eventos, com viagens e encontro com incontáveis irmãos durante este período, e que está chegando ao fim, já nos trazem saudades. Sempre que participamos de qualquer encontro por menor que seja até eventos com numerosa participação, com membros de direção da Igreja ou de qualquer organização desta, em qualquer conversa com irmãos, a maioria pessoas que pela primeira vez nos encontramos ou são velhos e conhecidos “ielbianos”, leigos, servas, jovens, nos enche o coração de alegria e até emoção. Seja falando ou ouvindo, sempre sentimo-nos “energizados” por estes até breves contatos. Somente quem já se dispôs a este trabalho de liderança e teve a oportunidade de participar e conviver com as situações acima descrita, entenderá o que sentimos.

Para aqueles irmãos que nos hospedaram, alguns nas suas próprias casa, abrindo a nós aquele local de convivência intima de sua família, para ali descansarmos, as vezes de longas viagens, queremos deixar uma lembrança e um agradecimento especial, vocês nunca serão esquecidos. A todos os pastores que nos receberam, muitas vezes fazendo um trabalho de interligação dos leigos de sua congregação ou distrito conosco da Diretoria Nacional, com associação no estimulo ao trabalho leigo, a estes pastores também nossa lembrança especial, e o agradecimento a Deus que colocou em sua Igreja pessoas vocacionadas para liderar seus filhos, pastorear suas ovelhas. Muitas vezes ouvimos informações de que alguns pastores não estimulam, não são entusiastas das organizações dos leigos (as ligas) em suas comunidades, porém devo relatar que, neste período em que estivemos a frente da LLLB, em nenhum momento tivemos abordagem de qualquer um neste sentido. Até acredito que sim possa ter alguns com pensamento e descrédito ao trabalho leigo na forma de organização, mas, se existirem, não tivemos oportunidade de encontrá-los e conhecê-los para conversar e ouvir suas ideias e ponderações e apresentarmos nosso trabalho e considerações.

Esperamos que neste período de dois anos possamos ter alcançado a expectativa de todos, naquilo que esperavam desta gestão, e principalmente que nossa atividade tenha sido agradável a Deus, e prospera para a glória e propagação de Seu Reino, porque em nada seria proveitoso se em algum momento esquecemos que tudo está a Ele dirigido e dedicado, e que sem a Sua ação, de Deus Espírito Santo, em vão estaríamos trabalhando.

Agora, de nossa parte, é terminar o trabalho para nosso encontro nacional, atender a todos naquilo que necessitam para aqui compareço e no que pudermos, e estar, no dia 17 de agosto, de braços abertos para um grande e fraternal abraço em todos os irmãos e irmãs. Que Deus esteja com todos nós hoje e sempre.

Samuel Antonio Neugebauer,

Presidente

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


+ um = 7